quarta-feira, 16 de julho de 2008

ESCRAVO OU INGRATO?


A novela em torno da possível transferência de Cristiano Ronaldo, do Manchester United para o Real Madrid, ameaça ainda fazer correr muita tinta. Confesso que a forma como ela se foi desenvolvendo me incomodou desde o início, tendo esse incómodo vindo a aumentar à medida que os novos capítulos se vão sucedendo. A vontade de todos os envolvidos é clara. O Real Madrid quer o jogador português, estando disposto a quebrar todos os recordes de transferências (100 milhões de euros?). Ronaldo pretende rumar à capital espanhola, virando costas ao clube que lhe deu a oportunidade de ser aquilo que é hoje. Mas o Manchester United não o quer deixar sair e mostra-se inflexível em negociar a sua grande estrela, seja por que valor for.

Primeiramente, devo dizer que considero a actuação do Real Madrid perfeitamente vergonhosa. Utilizando todos os meios ao seu dispor e fazendo valer o seu poderio financeiro e estrutural, procura seduzir Ronaldo de forma anormalmente insistente, mesmo depois de o United ter declarado o jogador intransferível. O objectivo parece evidente: tornar a relação Ronaldo-United de tal forma insustentável, que obrigue o clube inglês a ceder às pretensões, quer do jogador, quer dos 'merengues'. A falta de respeito revelada pelo colosso espanhol para com um clube concorrente é imbecil. Já se percebeu que o United não quer perder Ronaldo por nada e que um acordo, a bem, entre os dois clubes é impossível. Então, há que fazer pressão constante e pública sobre o jogador, de modo a arrasar a convivência entre o português e a sua entidade patronal. Uma atitude que atropela quaisquer valores éticos e que contribui para uma crescente desumanização do futebol.

O jogador também não tem tido um comportamento correcto. É legítimo que Ronaldo ou qualquer jogador ambicione melhorar as suas condições financeiras ou simplesmente procure um novo desafio para a sua carreira. Há, no entanto, formas certas para o fazer. Declarar publicamente, de forma quase sistemática, que quer sair do United, importando-se apenas consigo próprio, é de uma gritante falta de respeito para com o clube que o projectou para a ribalta e de uma profunda ingratidão para com treinadores (nomeadamente o seu 'protector' Ferguson), colegas de equipa e adeptos do Manchester. Tal conduta leva-me a concluir que o jovem madeirense revela ainda uma dose grande de imaturidade, para além de um carácter discutível. É com mágoa que o digo, uma vez que sou um incondicional admirador do seu talento dentro do campo.

Não sou hipócrita e sei que qualquer pessoa procura sempre o melhor para si. Se amanhã, qualquer um de nós tiver uma oportunidade de trabalho mais vantajosa, vai querer agarrá-la. Todavia, o futebol é uma realidade particular. Ronaldo, como qualquer jogador de topo, aufere já um salário astronómico. A vontade de abraçar um novo projecto ou de ganhar mais dinheiro, não o deve fazer esquecer todos os princípios de gratidão, respeito e carinho pelas pessoas que o ajudaram. Para se perceber onde quero chegar, pensemos nas situações de João Moutinho e Miguel Veloso. Ambos têm ambições de progredir na carreira, mas já todos notaram a diferença de carácter entre um e outro. Tem-me desiludido que o carácter de Ronaldo se pareça mais com o de Veloso que com o de Moutinho...

Além desta vertente do carácter, há ainda uma outra que se prende com a inteligência na gestão de carreira. Cristiano Ronaldo, quanto a mim, não parece ser muito inteligente neste aspecto. Em Manchester, goza de um estatuto ímpar. É o ídolo incontestável, está inserido numa liga à medida das suas características, ganha títulos atrás de títulos, é reconhecido já como um dos melhores jogadores de sempre do clube. Na época que se avizinha, tem a possibilidade de arrebatar títulos importantes e raros como a Taça Intercontinental e a Supertaça Europeia, além dos habituais. Na minha opinião, mesmo não achando que deve manter-se para sempre no clube (mesmo que o fizesse só teria a ganhar, poderia tornar-se na maior figura da gloriosa história do United, à frente de nomes como Charlton, Best, Cantona ou Giggs), julgo que é um ciclo que ainda vai a meio e será um erro crasso se for interrompido abruptamente. O Real Madrid é um clube muito mais problemático, com mais pressão, menos organizado, onde existe uma cultura mais individualista e os jogadores não são tão acompanhados. Será sempre uma opção de alto risco e, mesmo não duvidando da qualidade de Ronaldo para se tornar um ídolo também em Madrid, julgo que o momento certo ainda não chegou.

Digo com todas as letras que, no lugar do Manchester United, não cederia a pressões de nenhuma ordem e manteria o jogador, fazendo valer os direitos provenientes do contrato assinado, de livre vontade, por ambas as partes. Os contratos (ainda) são para cumprir. Ao contrário do que pensa Joseph Blatter, presidente da FIFA, que declarou recentemente, de modo inacreditável, que a vontade dos jogadores deve sempre prevalecer e que se deve combater uma espécie de escravatura (?!) instalada no futebol. Ficámos a saber que para o mais alto dirigente do futebol mundial os contratos não valem nada, quando a vontade dos jogadores é quebrá-lo, e que se deve instituir a lei da selva no desporto-rei. Absolutamente surreal! Obviamente que Ronaldo e o Real Madrid concordaram com Blatter. Será que se o Barcelona, o Milan ou o Chelsea, por exemplo, encetassem uma campanha de assédio idêntica a jogadores como Casillas, Sérgio Ramos ou Robinho, o Real Madrid subscreveria também as infames palavras do incompetente dirigente suíço? Será que Blatter e Ronaldo sabem o que significa 'escravo'? Eu também quero ser 'escravizado' como Ronaldo!

Pese embora as notícias que nos vão surgindo, nomeadamente as produzidas em Espanha, que dão como quase certa a transferência do astro português, continuo com a mesma convicção pessoal desde o começo deste folhetim: Cristiano Ronaldo vai jogar no Manchester United em 2008-09.

23 comentários:

Pâm SãoPauliNa-RP disse...

Oiee Bruno tudo bem com vocÊ?? Nossa adorei este blog, parabéns as informações, imagens, afinal tudo!!

Cristiano Ronaldo é um excelente jogador sem dúvidas, mas essa novela de vai ou não vai pro Real ou talvez de estar muito na mídia acaba subindo pra cabeça do jogador a fama ai já viu a mascara sobre junto!!!!!

Espero você no meu blog ok?
Se quizer adc seu link no meu..

Beijosssssssss
=D

Rui Santos disse...

O Ronaldo está a agir de uma forma deplorável. Está a virar as costas ao clube que lhe deu o reconhecimento internacional que neste momento detem.
Só uma ideia final: Alguém me consegue dizer o nome de um escravo que tenha ganho em toda a vida o dinheiro que o Ronaldo ganha....numa semana?

Pedro Morgado disse...

Por uma RTP para todos os clubes nacionais, juntem-se ao protesto e assinem a petição!

Por favor, ajudem-nos a divulgar esta causa através do vosso blogue e contactos.

Mais informações aqui.

Miguel disse...

Ronaldo tem o direito de querer mudar de equipa, mas não desta maneira. Esta situação já deu para ver o tipo de pessoa que está à frente da FIFA. O que ele disse foi de tal forma absurdo que até faz doer os timpanos. Ele deveria manter-se no Manchester. Foi este clube que o tornou num dos melhores jogadores do mundo. Não é coisa pouco. O mundo do futebol está cheio de ingratos. Conseguimos vê-los a toda a hora. Cada vez mais o futebol é um negócio, de influências e de poderes, quando devia ser uma coisa diferente. Há cada vez menos emoção no futebol.. e quando há, é quase sempre falsa.

André Augusto disse...

Ingrato, infelizmente.

Ta fazendo as coisas de modo errado. Tudo que ele é, deve ao United. Deveria ter um pouco mais de respeito pela camisa e torcida.

Abs!

Pedro Barata disse...

Bruno, assino por baixo de tudo aquilo que disseste.
Acho que Ronaldo tem o direito de seguir outro caminho, mas deve ter em conta que se é o que é hoje é graças ao United. Penso também que deve ficar mais um ano em Manchester e sair, sim, na próxima época, em que chegaria a um novo clube em melhores condições físicas, pois não hé Euro ou Mundial. Além disso, chegar lesionado a um clube como o Real Madrid pode ser bastante nocivo, pois tem que imediatamente começar a justificar o investimento sem margem para erros.

Um abraço e visitem o meu blog: www.rola-bola.blogspot.com

Filipe Soares disse...

Este caso tem sido uma pouca vergonha. O Ronaldo só está a confirmar aquilo que eu suspeitava há muito tempo: tem tanto de grande jogador, como de egoísta e burro. Com esta ganância toda vai ser difícil ser o melhor do mundo e ser o símbolo da nossa selecção. Consegue meter nojo cada vez que abre a boca.

Ele está-se a cagar para o Ferguson que tanto o ajudou e para os adeptos. E parece que estes já estão a perder a paciência com ele. No Europeu, em vez de estar com a cabeça na selecção, só pensava no contrato que queria fazer com o Madrid. Com estas atitudes não vai ser exemplo para ninguém.

O Real Madrid está a fazer o jogo sujo que é costume e que já fez com Figo, Zidane, Ronaldo e Beckham. Alicia os jogadores à revelia do seu clube e pressiona tanto que consegue sempre o que quer. Eu acho que Ronaldo vai mesmo acabar por sair. Tinha todo o direito de sair mas não assim.

O Blatter não passa de um otário e a merda que ele diz deve entrar a 100 e sair a 200. O homem é completamente estúpido. Até o Pelé que também só diz asneira, desta vez falou melhor que ele. Lamentável tudo isto.

Ruben disse...

Bruno,

Quando o Cebola trocou o Benfica pelo Porto, li o que escreveste algures na blogosfera (não me lembro onde) e acho que tiveste uma opinião diferente desta que tens agora sobre o Ronaldo! Porque será?

Juan disse...

Um grande blog.

¿Trocamos links?
Se interessa-te responde em meu blog: http://marcador-desportivo.blogspot.com/

Um saúdo.

cesar disse...

No futebol infelizmente não há mais reconhecimento.

A situação no Brasil é pior, enquanto o Real Madrid tá disposto a pagar 100 milhões de Euros ao Manchester nossos melhores craques são levados por míseros 3 ou 4milhões, quando não vão de graça por causa do fim de contrato.

O futebol virou isso, uma área de comércio. Quem fizer uma oferta vantajosa leva. É uma pena.

Espero que no caso do Ronaldo ele fique no Manchester. O dinheiro não pode vencer.

vlw

Jotas disse...

De facto vou para o ingrato, não tanto por querer mudar de clube, é um direito querer mudar de clube ou de liga, mas sim pelo modo como o quer fazer, revela ingratidão, falta de inteligênciae postura, por essas e por outras é qe nunca há-de ser admirado como muitos outros grandes jogadores.
Mas pior ainda é Presidente da FIFA, que deveria sero 1º a defender os seus clubes e filiados, sendo isento e imparcial, vir tomar partido e falar barbaridades como essa história de escravatura moderna.
Quem não gostara de ser um moderno escravo como Ronaldo?

gerson disse...

Os jogadores só querem saber de grana. Por isso pra mim são raros os ídolos. Acho tb que é burrice ele se meter no Real. O manchester tem uma baita time e é muito mais organizado. O Real, como falaste, não é um primor de organização e de boa relação entre os jogadores. O estrelismo impera.
Quanto ao Inter, o Daniel Carvalho é sim o do CSKA. Ele disse dia desses que gostaria ser emprestado para o Inter e q aceitaria receber bem menos. O objetivo dele é ter uma boa oportunidade para alavancar a carreira, e acha q isso seria possível no seu clube de origem.Mas não acredito q ele seja contratado.
O pai do Daniel Carvalho joga com uns caras que trabalhavam comigo. Ele passa parte das férias na mesma praia que eu, tem casa lá, mas ele não freqüenta o campo de futebol que eu jogo lá no balneário.

Mário Rui Ventura disse...

Eu já tive mais certezas em relação a esta questão Bruno. Neste momento, é esperar para ver, até porque Ronaldo está em recuperação e todas as movimentações podem não indiciar nada em concreto.

Olhando para a imprensa, Cristiano está há muito no Real mas nós sabemos bem como isto funciona...

Bruno Pinto disse...

Ruben,

Lamento desiludir-te mas a minha suposta incoerência de que falas não é verdadeira. O caso do Cristian Rodríguez é bastente diferente deste do Cristiano Ronaldo.

O Ronaldo tem contrato por mais não sei quantos anos. O United já se declarou totalmente indisponível para o negociar. Mesmo que tivesse vontade de mudar de ares, acho que deveria fazer as coisas de maneira mais ética e correcta, não proferindo declarações públicas que revelam profunda ingratidão. Quer sair, deve tentar falar com as pessoas do seu clube, abertamente, expondo os seus pontos de vista. Além disso, ganhando somas astronómicas, devia ter vergonha em considerar-se um escravo dos tempos modernos. 'Escravos' são os que são explorados, os que se matam a trabalhar diariamente, ganham uma ninharia e vivem em dificuldades.

Já o Rodríguez era um jogador livre, podia escolher o seu futuro do modo que entendesse. Na minha opinião, ele esperou durante bastante tempo a ver se o Benfica lhe pagava aquilo que ele achava que merecia. Aliás, quando ele disse que não se importava de vir para o FC Porto, acho que foi para ver se o Benfica se mexia. Como este não o fez, ele limitou-se a escolher o clube que melhores condições lhe ofereceu, neste caso, o FC Porto.

Desculpa lá desiludir-te, mas um caso não tem nada a ver com o outro. O 'pormenor' da existência ou não de contrato assinado não deve ser menosprezado. A conduta de Rodríguez foi de espera e, vendo que era inútil esperar, defendeu os seus interesses, como eu faria, aliás. A de Ronaldo tem sido de ingratidão e de pressão pública no sentido de sair.


Mário Rui,

As últimas informações têm sido contraditórias. Ontem lia-se que os Glazer estão dispostos a negociar, com medo que o valor de Ronaldo possa cair futuramente, como sucedeu com Ronaldinho. Hoje já se lê que Ferguson se encontrou com o jogador português, tendo dito posteriormente que ele continuará no Manchester. E também que os Glazer afinal não estão dispostos a vender. A especulação promete continuar (quando entro no site da Marca só me apetece rir), mas continuo a pensar que ele se vai manter em Inglaterra. Aguardemos pelo desenrolar desta novela mexicana.


Gerson,

Mas o Daniel Carvalho não está contente em Moscovo? Não sabia dessa possibilidade. Realmente seria uma fantástica contratação para o Internacional, aliás muitos clubes gostariam certamente de contar com ele. Não me importava nada que ele viesse para o FC Porto... :-)

Daniel Gomes disse...

Alô Bruno, belo blog. Sou Daniel Gomes, e há pouco tempo fiz o Pernambola, blog que fala de Futebol Pernambucano em todos os sentidos.
Queria que vocês fossem lá no blog e dessem opniões a fim de que o blog pudesse crescer.
Além, claro, de podermos fechar uma parceria, colocando os nossos links nos favoritos do outro, poderia ser?

Abaixo, o link.
http://pernambola.blogspot.com/

Espero sua visita em breve.
Forte abraço

Imperador disse...

Convido todos a visitar o novo blog:

LegionofDragons.blogspot.com


Podes linkar o meu blog?

Este já está referenciado no meu.

La Caldera del Diablo disse...

Hola, muy bueno tu blog, y la nota sobre Cristiano R.
¿Te interesaría cambiar links?
Saludos

Emiliano
La Caldera del Diablo
www.lacalderadeldiablo.blogspot.com

Fora de jogo disse...

O problema do Cristiano Ronaldo acima de tudo é que deve estar a ser mal aconselhado. Foi-lhe certamente prometido o Real com mundos e fundos.
Ai o Ronaldo esqueceu por completo o MU, aquele simples clube que lhe abriu as portas da fama, pois é.... injusto??? é muito porque parece estar mal agradecido pelo risco que o MU teve na sua contratação. Mas o futebol é assim e temos de viver com estas coisas, só espero que ele não se torne num novo beckham.

Um abraço e visitem e comentem tb o blog: http://foradejogo08.blogspot.com/

Ruben disse...

Bruno,

Isso é conversa de entreter. Por mais que se possa tagarelar, o Rodriguez traiu o Benfica e foi para o Porto. Não respeitou o clube que o tirou da sombra do Paris SG. É exactamente igual ao que o Cristiano quer agora fazer com o Manchester. Aliás, acho que a cebola podre ainda fez pior, mudou para o rival. Era o mesmo que o Cristiano quisesse ir para o Chelsea ou Liverpool. Como vês, o Ronaldo pode até ser ingrato, mas o Rodriguez está acima disso, é traidor!

Nando Moreira disse...

Belo post...

Daniel Leite disse...

Parabéns, Bruno. Teu blog é excelente, e os textos, ímpares. Não me lembro de ter visto postagens tão qualificadas, talvez pelo fato de os portugueses serem mais disciplinados com o idioma. De todo modo, sabes muito de futebol, o que é primordial por aqui.

Quanto ao imbróglio de Cristiano Ronaldo, concordo que seja detestável a postura madridista. Mas Ronaldo quer ir. Assim, como o Madrid está disposto a pagar qualquer valor pelo jogador, o Manchester United deveria deixá-lo ir. Um jogador contrariado não é algo positivo para qualquer clube, e com tanto dinheiro disponível Alex Ferguson saberia como montar um elenco fantástico, sem Ronaldo.

Até mais!

Marcelao disse...

muito feio o que ele tem feito. diga Nao e pronto. acabou....
mas o Madrid eh muito CULPADO...
abs
bom texto....

Anónimo disse...

Meus amigos Porque é que:criticam tanto o C.Ronaldo,Ricardo Quaresma,João Moutinho e outros?.Olhem-se ao espelho e perguntem a vocês próprios:porque é que andam a pagar para verem estes cagões que ganham milhões á vossa pala;deixem mas é de ser hotários pagantes.